Cultura, economia e missao: desafios a partir da américa latina

Cultura, economia e missao: desafios a partir da américa latina

Português

Cultura, economia e missao: desafios a partir da américa latina

 

Nos encontramos em Medellín (Colômbia), de 01 a 05 de fevereiro de 2016, na casa de formação de filosofia, representantes das regiões da Colômbia, México, Brasil Norte e Brasil Sul, para o quarto encontro do Centro de Estudos Missionários Latino-Americano (CEMLA). Neste período avaliamos a caminhada feita até agora, a receptividade do nosso trabalho, apresentamos os artigos elaborados durante o ano, construímos o nosso estatuo e fizemos a programação para o próximo ano, assim como os textos a ser redigidos.

Percebemos os contextos marcados por graves desafios no campo social e no campo religioso e político. É preciso, antes de tudo, olhar para a nossa realidade e refletir sobre ela. Nos reparamos de maneira especial o momento histórico que Colômbia está vivendo, nação que nos acolhe. O Superior Regional desta circunscrição colombiana Pe Eduardo Garcia, na carta de boas-vindas escreveu: “depois de quase 60 anos de guerra fraticida, onde se perderam muitas vidas, onde tantas famílias sofreram a violência, o sequestro e a extorsão, quando muitas pessoas do campo foram forçadas abandonar a terra de origem, quando muitas minorias étnicas sofreram humilhação, quando foram usados jovens, crianças e mulheres como soldados, escravos ou abusos sexuais, as duas partes do conflito estão chegando a um acordo de paz e reparação das vítimas”. Está claro que a Igreja teve um papel importante neste processo. Esperamos que finalmente venha reinar a verdadeira paz.

Nestes dias a maioria do tempo foi usado para apresentar, avaliar, redigir os trabalhos em vista de uma publicação, assim como trocar opiniões e pareceres, partilhar ideias e intuições dentro do tema que guiou nossos debates: Cultura, economia e missão: a partir da América Latina.

O encontro foi marcado pelo aporte que cada participante escreveu para a discussão. O P. Gerardo Custodio López (México) apresentou o tema: dois modelos de missão: o guadalupano e os colóquios dos doze Apóstolos. O texto faz a comparação entre os documentos do Nican Mopohua que relata o encontro humano e mística entre o Juan Diego e a Senhora do Céu e uma cultura dominada com os Colóquios dos doze Apóstolos e os tlamatinime aztecas, de Frei Bernardino de Sahagún, que reflete um processo de evangelização doutrinal.

O Pe Zacarias Tamejon (Colômbia) apresentou o tema: Animar para a paz em Colômbia O texto faz um relato histórico descritivo sobre a guerra, o conflito e a violência no país e apresenta o desejo do povo colombiano da paz e da tranquilidade para o bem estar.

O Pe. Francisco Javier Martínez (Brasil) apresentou: Megaprojetos: impactos do capitalismo na Amazônia. A alternativa do “bem viver”, o texto evidencia os rostos do capitalismo na Amazônia, apresentar alternativas do contexto amazônico, iniciativas e tomadas de posição frente a agressão do modelo imposto.

Escutamos o texto: os povos indígenas no Brasil e os conflitos na demarcação de terras de Giomar Henrique Clemente, Indígena da etnia Baré, natural de São Gabriel da Cachoeira (AM), noviço Xaveriano, o artigo apresenta os conflitos gerados no desenvolvimento da política de demarcação de Terras, marcada pela violência no contexto do Projeto de Emenda Constitucional 215 (PEC 215) em tramitação no Congresso Nacional, que fragiliza os direitos indígenas adquiridos sobre as Terras Indígenas.

O Pe Rafael López Villaseñor (Brasil) apresentou Interfaces da Missão no mundo globalizado, o texto aborta as migrações como um fenômeno próprio da globalização, a economia como elemento de exclusão social, a Internet como parte das novas fronteiras tecnológicas e a necessidade do diálogo inter-religioso no processo do pluralismo religioso.

Também estudamos o texto da Irmã Tea Frigerio, mmx (Brasil) Missão como solidariedade e partilha, o artigo tem sua inspiração na Palavra de Deus e na Tradição da Vida Consagrada Apostólica, faz uma releitura do voto de pobreza como praticar do direito e da justiça.

O Pe Stefano Raschietti (Brasil) apresentou Economia e Missão na Vida Religiosa Apostólica: Opções fundamentais, sustentabilidade e gestão. O texto desenvolve as opções fundamentais, a sustentabilidade e a gestão na VRA. O primeiro tema diz respeito aos ideais de vida; o segundo, à captação de recursos; o terceiro, à estrutura de gerenciamento destes recursos.

Finalmente o Ir Alessandro Feruglio apresentou a realidade indígena e afro-colombiana em Medellín, o autor faz um analise das minorias étnicas no contexto da realidade urbana.

Após a elaboração do Estatuto do CEMLA, das orientações técnicas para a publicação de textos e de uma visita a cidade de Medellín, foi feita a programação para o ano. O próximo encontro, que será na cidade Curitiba (Brasil) nos dias 06 a 10 de fevereiro 2017, com o tema: Missão, paz e misericórdia na América Latina.

Enfim, queremos prosseguir fortalecendo o espírito missionário próprio do nosso carisma, analisando as transformações sociais, culturais e históricas que desafiam as diferentes realidades da missão Ad-Gentes; apontar prováveis caminhos para a ação e animação missionária na atual conjuntura mundial.

Agradecemos a Deus, à comunidade formativa de Medellín e à Região Xaveriana da Colômbia por este encontro. Pedimos que Nossa Senhora de Guadalupe, Padroeira da América Latina, nos proteja e nos acompanhe sempre na nossa caminhada missionária.

 

Medellín, 05 de fevereiro de 2016

Logo saveriani

XAVERIAN MISSIONARIES
Copyright © 2017

Questo sito utilizza cookies secondo la privacy, copyright & cookies policy. Cliccando "OK" l'utente accetta detto utilizzo.